As crueldades atingidas pela tal “prescrição”, neste país, só se comparam à “pena de morte”.

As crueldades atingidas pela tal “prescrição”, neste país, só se comparam à “pena de morte”.

Iniciaremos com a incoerência “vergonhosa”: É tão comum processos ultrapassarem 20 (vinte) anos nos fóruns. Então que tipo de raciocínio seria usado, para concluir que cidadãos não qualificados na área jurídica, consiga, após ter um prejuízo financeiro e/ou moral, enfrentando advogados incompetentes e maus intencionados, em 5 anos, ou abrir o processo ou perder tudo que o lesaram? Imoral! Temos ainda que esclarecer que muitas vezes, os profissionais citados não transmitem confiança, e como o que estão dizendo seria muito agressivo contra um inocente, deixaria um homem que desenvolveu seu “bom senso”, em uma família nobre, e uma igreja, não acreditando, em quem já não se pode acreditar mesmo – “Advogados”- Seria impossível que uma justiça tão lenta, decida ser tão ágil em algo tão sério e criminoso. Esta situação de dúvidas, e as dificuldades surgidas, deverão, por obrigação serem entendidas por toda e qualquer autoridade responsável que permitiram uma agressão tão covarde, em um “humano”, sem crimes e sem uma vítima por parte dele. A vítima é ele! A especialidade da justiça, é lidar com processos, enquanto um homem só se submete a isto, pelo fator surpresa. Foi apanhado por algo que jamais esperava e que não sabe lidar; Vou vender a minha chácara depois entro com este processo, vou esperar meus filhos se formarem primeiro, pois não tenho dinheiro agora, quando eu me aposentar, ficarei na casa de meus pais algum tempo, no nordeste, quando voltar…Em meu caso, foi simples: Será que esta justiça com milhares de erros e defeitos seria capaz de passar todo o meu dinheiro para ladrões, baseado em alguma lei? Todo advogado que eu visitava era incompetente. Eu acreditava no: Exceto quando…, pois estudei direito e (teoricamente) sempre terá uma possibilidade, eu em depressão e na miséria, já justificaria, porém quando vi, entreguei para a Rede Globo 3 processos de 2.000.000,00, cada e 01 contra ladrões que me levaram a alma (estelionato comprovado). “Prescrição” Minha ex mulher me colocou mais de 43 processos e entre ir parar na cadeia inocentemente, preferi acreditar na coerência, ética, senso de humanidade, lealdade e competência do estado. Nada disto aconteceu! O que podemos afirmar simplesmente é: Fui premiado com a “pena de morte” citada, e estou na “miséria”. Desempregado há 11 anos. Afirmando assim, que não sou um caso isolado, são milhares. Temos exemplos suficientes; Um amigo militar (Wolney), se machucou no exército e foi obrigado a “dar baixa”, sem nenhum salário. Quando desesperado, e sem emprego como eu, descobriu que era “crime” o ocorrido, e começou a lidar com advogados, sempre incompetentes, “PRESCREVEU”!!! Imaginamos uma indenização trabalhista, um acidente com perda total de bens, inclusive vidas ou um estelionato. Levando em consideração que as vítimas provavelmente cairão em depressão por meses, ou anos, até que alguém o informa: Você tem direito a uma indenização, em meu caso foi roubo, mas eu não sabia que eu poderia ter retorno. Venderam minha parte na empresa que eu havia comprado com todo o dinheiro acumulado na vida, e o de minha ex mulher também. Aproveitando a oportunidade que fui preso, também sem saber o porquê, venderam a mesma, sem que eu participasse. Eu pós graduado em Engenharia Econômica, aluno brilhante, não me atinava. É o susto. Gostaria também de informar que todo e qualquer homem, que cai em uma cilada, e ao invés de ser amparado pela justiça, ela o derruba ainda mais, se sentirá “insignificante” e só cairá nas mãos de “ratos oportunistas”. Tornar-se-á uma presa fácil. Assustado e inseguro!
Cito ainda: Crimes semelhantes aos meus, e do Wolney, onde a vítima só consegue reagir após anos, ou nunca, devido às gravidades. Fiscal de Rendas e Militares, por exemplo, na realidade não possuem profissões produtivas no mercado, e nenhum empresário aceita reduzir um salário a 15% do que era. Estes pela própria definição de Democracia, deveriam ser defendidos pelo próprio Estado, e com a maior eficiência possível, reduzindo assim os “pedi dores de esmolas” um mal, sem o perdão de “Deus”.
Vamos lá, prescrição: Primeiramente paguei U$ 15.000,00 ao advogado e “ladrão” David Teixeira, sócio do Miguel Reale Junior. Este entrou com uns documentos na delegacia de Santos, local dos fatos, e toda a sindicância correu sem a presença de nenhum advogado meu, pois ele nunca lá apareceu. Era um valor muito alto, e os advogados dos estelionatários não saiam da delegacia 01 min.
O processo foi para o fórum. Os espertos compraram a juíza e a promotora. Elas mandaram arquivar o processo. Denunciei as mesmas no Ministério Público, conforme dossiê, anexo. Mandaram desarquivar o processo. Mudei de São Paulo, ainda em depressão. Os estelionatários me procuraram dizendo que iriam me pagar. Esperei uns 02 anos como não pagaram, decidi procurar um amigo advogado, este pegou o processo muito feliz, mas nunca teve dinheiro para ir até Santos protocolar o mesmo, não passava de R$140,00, para se ganhar um processo que passava de R$1.000.000,00. Estávamos em Volta Redonda. Chamou um amigo que pudesse conseguir o dinheiro, o amigo nem conseguiu o dinheiro e conseguiu uma vaga de procurador na Prefeitura de Pinheiral. O amigo conseguiu outro advogado, levei o processo a ele e o mesmo começou a gritar comigo com muito ódio. Pelo perfil, percebi que não tinha dinheiro para ir a Santos. Sai com o processo em mãos e a procura de outro, mas já desanimado. Demorei uns 6 meses para encontrar um de V. Redonda, que tinha um amigo em São Paulo(Afonso), este me trouxe segurança, pois não gastaria passagem. 01 ano depois fui ver o resultado do processo e ele me devolveu o processo dizendo que teve doente e não pode mexer no processo e nem me telefonar para que eu procurasse outro, pois iria “prescrever”. Procurei rápido o Adv. Ricardo Rodrigues, em Mogi das Cruzes, este, quando o procurei, ele me disse para ir apanhar o mesmo, que ele não ia mais fazê-lo, perguntei o porquê, e ele disse que resolveu não fazê-lo. Insisti, mas existe algum motivo? Ele disse que não. Só resolveu não fazê-lo sem motivo algum. Este, com toda a minha luta, minha dignidade; me visto bem, falo bem, sempre fui elogiado como um homem “inteligente” , dinâmico, sensato e religioso, mas “prescreveu” mesmo.
Existiam 03 ou 04 processos (com indenizações entre R$ 1 a R$ 2 milhões) contra a Rede Globo, entreguei-os a um advogado em Mogi das Cruzes (André), citado como excelente, depois de meses com o processo, devolveu-os; Camilo tive estudando os processos e descobri que os advogados da Rede Globo, são muito bons, eles não perdem nunca. Você vai ter que pagar uma grana para estes escritórios grandes… Depois desta época, nunca mais tive dinheiro. Quando percebi que iria perder os processos, corri para a defensoria pública e descobri que os processos eram FACÍLIMOS e praticamente ganhos, tentaram com muita boa vontade, pela história que contei, as alegações dos adv. eram vitoriosas, porém “PRESCRITAS”.
Num país como o nosso. Distância entre os estados. Maus caracteres em toda a esquina. Advogados incompetentes, mal intencionados e irresponsáveis. Por muito que tentei, perdi todo o meu dinheiro. Vamos respeitar o meu currículo? E o povo de um modo geral? Perdem tudo mesmo, e sempre para “ladrões” de verdade!
Nos EUA, 65% dos crimes são desvendados. Na Inglaterra, 90% dos crimes são desvendados. Em nosso país, de 5% a 8% dos crimes são desvendados.
Isto significa que 92% dos criminosos, que assassinaram alguém, serão “absolvidos” por incompetência da justiça, sendo que 100% dos inocentes que foram destruídos pela mídia, ou que ladrões falsificaram seus documentos e lhe tomaram a empresa, que nunca mais conseguiram ser alguém, estes, serão “condenados” facilmente pela cruel “prescrição” e sofrerão uma penalidade máxima de 100%, só comparada em crueldade à “PENA DE MORTE”! Assim surgem as “Guerras Civis” em um país, e sempre existirão as “classes” que reclamarão que foram as mais perseguidas e prejudicadas. Estas provocam dores e perdas tão acirradas, que podemos afirmar que os governantes que tomaram as decisões “erradas” que a provocaram, jamais imaginaram estarem errando em algo. Como acontece em nosso país hoje. Quanta “provocação” em pessoas inteligentes, não foi a absolvição de FERNANDO COLLOR DE MELO? A justiça cobra da população sem recursos, mas com todos os recursos, “brinca” com uma nação clamando por respostas, por 20 anos. “Prescrição”! Este descaso pela população pode também ser interpretado como “pena de morte”, porém para ambos os lados. Só contra a corrupção existem bem mais que 2 milhões, cadastrados e furiosos com o sistema.
Mesmo com a miséria que apresento na página inicial deste “site”, foram me covardemente sacrificados:
1-50% do valor de um apartamento que me foi roubado pela ex esposa(R$ 1.500.000,00).
2-Processos de injúria, Calúnia, difamação e perdas e danos, contra a ex esposa. 09 processos irresponsáveis contra mim(acima de R$1.000.000).
3-Processos de injúria, calúnia, difamação e perdas e danos, contra o atual marido da ex esposa, vários processos irresponsáveis contra mim(acima de R$1.000.000,00
Meu “bom senso”, diz ter sido esta “covarde” lei, importada de países com “culturas” privilegiadas e profissionais responsáveis, devido à própria “cultura”. Este país, provavelmente conclui seus processos em menos de 5 anos, assustando assim, quem não decidir sobre uma indenização em 5 anos.

Em Deus nós acreditamos-Anexo I

Procurava , algum contato com meus filhos e logicamente abrir um processo contra a mãe, por perdas e danos. Os advogados, os melhores e sem exceção, quando olhavam meu material, simplesmente, em menos que 05 minutos, diziam: Este crime já prescreveu. A partir deste momento, nenhum argumento serviria. Este processo não tem fundamento. Não acredito que exista uma doença em todos os profissionais, mas agem perfeitamente iguais. Necessitava dizer que não encontrava os réus, mas nunca foi possível. Para eles não existe nenhum motivo que justifique a falta de não abrir um processo no prazo que o código civil denomina. Favorecessem todo e qualquer tipo de réu, e pronto. A última vez que, com muito trabalho, meu advogado, encontrou minha família, para reduzir minha pensão alimentícia, em que fui driblado pela ex-esposa e seu amante, e cedi 106% de meu salário, a pensão foi baixada para 1%, porém recebi informação que a família se mudou 03 vezes em 06 meses, na cidade de São Paulo. Hoje, mais do que nunca, necessito abrir alguns processos contra eles. Como localizá-los? Posso informar a Vas. Excias, que esta medida, só pode ser “organizacional”, jamais estaríamos fazendo justiça, que é a função nobre de nossas autoridades, punindo cruelmente, todos, sem análise de critérios, devido estar fora do prazo. Mudamos assim, este ato, para “punitivo”, que jamais faria sentido. Outro fato em que fui obrigado a deixar de cumprir prazos, por exemplo: Processo contra a Rede Globo de Televisão, foi o fato de minha absolvição ter favorecido a parte denunciante, mesmo sem que ouvesse provas; testemunhais e/ou documentais (JULGA-SE PREJUDICADO O EXAME DO MÉRITO DOS RECLAMOS E, DE OFÍCIO, COM ESPEQUE NOS ARTIGOS 107, IV, 109, V, 110, & 1º, 114, IV DO CÓDIGO PENAL, DECLARAM-SE EXTINTAS AS PUNIBILIDADES DE WILSON CAMILO SILVA. Neste caso, só ficaria provada, minha total inocência, na provável volta ao trabalho. Com todas as minhas manifestações; a ONU, Polícia Federal, Ministério da Justiça, Presidência da República, Conselho Nacional de Justiça, esta foi negada. Embora o juiz Domingos de Siqueira Frascino, tenha afirmado, que sabia de minha inocência, contestava o pedido de meus advogados. Este era totalmente incoerente.
Ainda mais casos ocorridos com minha pessoa, imaginamos em todo o país:
1-Entreguei os documentos contra a empresa de ônibus “Útil”, e naturalmente contei toda a história para o Adv. WAGNER MOTTI CALDEIRA, Na cidade de Volta Redonda. Este havia me deixado de madrugada em uma parada para lanches, tendo o motorista se esquecido de comunicar pelo auto falante, a saída do ônibus, além de não ter contado os passageiros, na saída. Consegui meus bens, após seguir viagem em outro ônibus mas todo o dinheiro que se encontrava na mala, foi roubado. Fiquei pedindo esmolas na cidade de Lafaiete-MG, para seguir viagem. Em torno de 01 ano e meio depois, voltei ao advogado, curioso pois seria um processo ganho. O tal advogado, sem nenhum constrangimento, olhou para mim, pegou uma folha de papel em branco e disse: CAMILO, ESCREVA AÍ O QUE ACONTECEU QUE EU VOU ABRIR SEU PROCESSO. O QUE PODEMOS AFIRMAR SOBRE A TAL PRESCRIÇÃO?
2- O adv. Eclesiástico, Dr. Sérgio da Silva Oliveira-OAB: 81643, me pediu todos os documentos para a nulidade de meu casamento na igreja Católica. Foram muitos os documentos e declarações. Após uns 7(sete) anos o encontrei na Cúria Diocesana em Volta Redonda e o questionei a respeito (este eu sabia que demoraria). O Dr. olhou para mim e disse: Faltou um documento seu, passa lá que eu vou ver o que é. Vou encaminhar o seu pedido de nulidade. Obs.: Ele tinha todos os meus fones, e mail, endereços, inclusive de minha ex esposa e em 7(sete) anos não se propôs a comunicar, embora eu também não acredite na possibilidade de ter faltado algum documento. Ele conferia tudo que eu levava e colocava em uma pasta. Provavelmente esqueceu de enviar ao Clero.

Entre 5% e 8% de nossos crimes são desvendados, contra 90% na Inglaterra e 65% nos EUA. Nossa justiça teria crédito ?
RG.7.304.604-RJ

Curta-me! Siga-me! Indique-me!
  • Facebook
  • LinkedIn